samedi

O SOL MÓI O PAI


Exposição no SOL MÒI O PAI


Romance de mundos

Ao atravessamento – estou já estamos a discutir pintados. Ao divagar-nos – estou já estamos presumíveis nesses encontros, romance de mundos, desse sexo sempre a propósito.
Vê essas sensações. Amas, não amas?
Responde-me outra vez (as vezes que quiseres!), sobre essa rapidez com que os mistérios do quotidiano nos riscam de retratos, resquícios de cosmos, teatro de jogos, bombas de vida e gozo.
Já estás figura! Descansa. Descansa num ataque de família pelo meio, metida num contorno de contos de contornos urbanos de sabor a criança de...
Há ali um atalho com que jogas uns dentro dos outros fora, à procura do ser impensamental. Depois, tudo se une pelo mesmo destino de se tornar personagem irracional, nem que seja na maior certeza do discurso dum círculo. Jamais poderás fugir da minha apanha: podes esconder-te, podes desmaterializar-te ou enormizares-te ao ponto dos deuses, mas tens sempre a densidade da minha intuição errática, virás ao ritmo em que eu faço e desfaço os nós e ligo as pontas soltas à cor ou ao desprendimento que me apetecer.
espinalmedula




espinalMedula (inteiro) a apresentar a exposição
Momento Impensamental de 2 Inteiros
( flavio Andrade e António Xavier)

5 commentaires:

A.Tapadinhas a dit…

Recebi o convite e conto estar lá. Há pouco tempo criei um blog que pode ser visitado em http://semargens.blogspot.com
Abraço.
Tap

A.Tapadinhas a dit…

Ontem andei às voltas e não descobri o "O SOL MÓI PAI". Espero que tenha corrido bem. Logo que possa, vou fazer uma expedição para descobrir tão recôndito lugar que, segundo me disseram, é fonte de eterna juventude...

cabaret a dit…

espero essencialmente que a tua pintura nunca deixe de fluir,tal como essa energia radiante que em muito veio agitar este lugarejo bafiento, atolhado de ideais sem práticas. Um abraço grande e um grande abraço.

Ruela a dit…

bons trabalhos, parabéns.

mar a dit…

sus pinturas sun muy binitas